Blog

Quarto à prova de alergias!

19 de maio de 2014 em Dicas de Conservação

Com 8 dicas simples dadas pela Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia, você deixará seu ambiente livre deste incômodo.

1. Cortinas

O melhor tipo de cortina é a persiana, que você pode limpar com pano úmido todos os dias. Mas, se gosta das cortinas de pano, escolha um tecido que seja bem fininho –ele junta menos pó. Lave a cortina a cada 15 dias.

2. Janelas.

O segredo é a ventilação: deixe as janelas abertas por duas horas diariamente. O melhor horário é o do almoço, quando o sol está mais forte.

3. Edredom

Se ainda estiver friozinho à noite, o melhor para evitar alergia é usar edredom. “Cobertores com muitos pelos acumulam pó e ácaros”. E não tem segredo, lave uma vez por mês e deixe-o exposto ao sol.

4. Bichinhos de pelúcia

Esses bichinhos, apesar de deixarem o quarto uma graça, são um prato cheio para atrair pó e ácaros. Pois é, eles são os grandes vilões das alergias. A indicação é dar banho neles uma vez ao mês e deixá-los bem expostos ao sol. Os especialistas dão mais uma dica: “Uma vez por semana, coloque os bichinhos dentro de um saco plástico e deixe-os uma noite inteira no congelador. Isso matará os ácaros”.

5. Armários e cômodas

Limpe seu armário com uma receitinha bem simples: pano umedecido com vinagre branco. Ele atua como antimofo! E atenção: é importante lavar todas as roupas de frio antes de usá-las. “Outra alternativa caseira para tirar umidade é espalhar giz de lousa no móvel. Ele absorve a umidade e tem um preço bem baratinho”.

6. Chão

Esqueça o carpete e a vassoura, eles são aliados dos ácaros. O quarto deve ter piso frio ou de madeira e a limpeza deve ser feita só com pano úmido, uma vez ao dia, pelo menos. Se preferir usar aspirador de pó, precisa ter filtro Hepa – o único que tira os ácaros.

7. Tapete

Só se for pequeno e com poucos pelos. Lave o tapete a cada 15 dias e só coloque-o no quarto quando estiver bem sequinho, ok?

8. Lençóis

A melhor maneira de evitar contato com ácaros é usando uma capa que cubra o colchão inteirinho e fique por baixo do lençol. Essas capas são fáceis de encontrar e devem ser lavadas a cada 15 dias. Já o lençol que vai por cima deve ser lavado uma vez por semana. É o suficiente. Para quem não tem a capa, a especialista indica o uso de lençóis de tecidos grossos – juntam menos pó e a troca deles duas vezes por semana para lavagem na máquina.

 

Fonte: M de Mulher

Bento Ferreira recebe terceira edição de evento de decoração

13 de maio de 2014 em Dicas de Decoração, Dicas de Reforma, Notícias

Até o dia 15 de Junho, estará aberta a visitação o Morar Mais por Menos Vitória.

Trata-se de um evento onde arquitetos, designers e paisagistas elaboraram ambientes sofisticados dentro de uma proposta que seja mais acessível ao bolso e que, com o auxílio de profissionais do ramo a sua casa também poderá receber os mesmos conceitos, de forma qualificada.

Quem visitar o Morar Mais por Menos Vitória perceberá o melhor custo-benefício aplicado em móveis, objetos decorativos, pisos e revestimentos, através de criatividade, planejamento e pesquisa.

A edição deste ano trás os ambientes divididos entre duas casas – sendo um total de 42 ambientes, em aproximadamente 1.700m² – decorados de forma sofisticada, propondo conceitos de sustentabilidade, brasilidade, inclusão social e customização, tudo com objetos e soluções inteligentes que cabem no bolso.

Para aqueles que se encantarem com os produtos expostos, durante o evento sempre haverão fichas de reserva de produtos, onde os visitantes poderão manifestar o seu interesse, para que elas sejam  repassadas as empresas. Desde a estreia, a lista de todo o mobiliário e objetos que compõem os ambientes está na entrada de cada espaço com preços e contatos dos fornecedores.

Um dos destaques deste ano é a utilização de energia solar em alguns ambientes de Morar Mais por Menos Vitória. A Casa Sustentável dos Avós por exemplo, possui 16 placas de captação de luz solar instaladas no telhado. Esse conjunto é capaz de gerar energia suficiente para manter em pleno funcionamento uma residência de padrão médio com seis moradores. Da mesma forma, haverá na mostra um coletor de resíduos de equipamentos eletrônicos  e posteriormente, aproximadamente 90% deles serão destinados à reciclagem, retornando como matéria-prima ao processo produtivo. Os materiais não reaproveitáveis serão destinados a aterro controlado, de acordo com sua classificação.

Confira um pouco do evento na galeria abaixo:

 

Morar Mais por Menos Vitória
Local: Rua Francisco Rubim, 273 e 317, Bento Ferreira, Vitória/ES
Data: 7 de maio a 15 de junho de 2014
Funcionamento: terça a sexta-feira, das 15h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 13h às 21h
Ingressos: R$ 30 (R$ 15, meia), à venda na bilheteria do evento

 

Fonte: Gazeta Online

Economize água e ajude a preservar o planeta!

5 de maio de 2014 em Sem categoria

Pequenas atitudes adotadas no dia a dia podem fazer muita diferença para a natureza.

Engana-se quem pensa que os problemas com a escassez de água está num futuro longínquo. A falta deste bem não renovável já é realidade em diversas localidades e seu desenfreado, sem consciência acarreta não só no racionamento do líquido, mas também um desequilíbrio nos regimes climáticos, como podemos observar diariamente nos telejornais.

Na maioria das vezes, coisas simples promovem grandes mudanças e todos podemos colaborar de diversas formas.

Veja abaixo algumas dicas de como economizar água e ao mesmo tempo preservar a vida em nosso planeta:

1. Não use a mangueira como vassoura para eliminar a sujeira do quintal e da calçada.

2. Reduza o tempo do chuveiro aberto para no máximo cinco minutos. Feche a torneira enquanto estiver ensaboando o corpo e o cabelo.

3. Em dias quentes, ajuste o chuveiro na posição “verão”. Isto também reduzirá o consumo de energia elétrica.

4. Reutilize a água despejada pela máquina de lavar para limpar o quintal e a calçada.

5. Acumule roupas sujas e use a capacidade máxima da máquina de lavar roupas.

6. Feche a torneira enquanto estiver escovando os dentes, lavando roupa e ensaboando a louça. Enxágue toda a louça de uma só vez.

7. Elimine vazamentos e conserte torneiras malajustadas.

8. Encaminhe o óleo de cozinha usado para empresas que o reutilizam para fabricar sabão, biodiesel e produtos químicos. Isso evita a contaminação da água: cada litro de óleo despejado no ralo contamina até 25 mil litros de água.

 

Fonte: M de Mulher

Sua cozinha limpa rápido e sem esforço!

25 de abril de 2014 em Dicas de Conservação

A cozinha, local onde são preparadas as nossas refeições, precisa estar sempre limpa. E dar adeus a sujeira pesada, sem muito esforço, é bem mais fácil do que parece!

Confira algumas dicas para otimizar a sua faxina!

Pia
A cuba da pia retém parte da sujeira da louça lavada, por isso é importante limpá-la pelo menos a cada dois dias. Use uma esponja e um limpador saponáceo de limpeza pesada para retirar, sem esforço, a sujeira grudada. E, nos cantinhos do rejunte, utilize uma escova de dentes velha com o produto.

Coifa
Em vez de trocar o filtro do aparelho a cada três meses, lave-o com sabão neutro. Se for o caso, deixe-o de molho em água quente com algumas gotas de detergente. Por fora, limpe com pano úmido e um limpador para dar um brilho extra à peça.

Geladeira
Para deixar sua geladeira sempre cheirosa, corte uma laranja ao meio, retire a polpa de uma das metades, preencha com sal e coloque no interior do eletrodoméstico. E lembre-se de ficar sempre de olho na validade dos alimentos!

Microondas
Limpe as partes de dentro e de fora com um pano úmido e detergente, e o painel de controle, apenas com um pano seco. Para eliminar odores, coloque uma solução feita com 2 xícaras de água e o suco de 1 limão, e ligue por três minutos.

Fogão
Os limpadores saponáceos de limpeza pesada garante uma higienização profunda de várias superfícies da casa, inclusive do fogão. Para limpar o queimado de comida, a dica é umedecer a mancha com água morna e, em seguida, aplicar o produto químico. Depois é só passar um pano úmido e retirar toda a sujeira com o mínimo de esforço.

 

Fonte: M de Mulher

Home office em varanda de apartamento

22 de abril de 2014 em Dicas de Reforma

Uma varanda fechada, anexa ao ambiente e utilizada poucas vezes pode abrigar um novo escritório. Confira!

Sabe aquele cômodo que precisou ser transformado em quarto para receber um filho, pequenos ambientes tais como: sala de tv, closet, depósito e principalmente o home office costumam ser “os alvos” desta transformações. Desta vez, veremos que você não precisa abrir mão destes espaço. Bastam apenas algumas adaptações.

“>

Este ambiente não possui muitos pontos de energia, portanto, será imprescindível adicionar novos pontos de acordo com a sua necessidade.

Como as varandas normalmente possui grande incidência de luminosidade, o ideal é sejam instaladas cortinas para diminuir e até mesmo bloquear a claridade, porém lembre-se de aproveitar a luz natural que este cômodo recebe.

Se preferir, mude a cor das paredes e escolha tons alegres e estimulantes, pois neste novo ambiente você passará bastante tempo.

Com o auxílio de um projeto arquitetônico, é possível fazer uma prévia das alterações desejadas e estudar o melhor local para instalação de bancada e prateleiras.

Opte por uma decoração mais clean para que não acabe dispersando sua atenção e não se esqueça de providenciar uma cadeira confortável.

- Um dica que damos é de utilizar algo para envolver os braços da cadeira. desta forma elas não arranham as paredes.

 

Fonte: Casa Abril

6 formas de introduzir cor na decoração de salas

14 de abril de 2014 em Dicas de Decoração

A sala é um dos espaços mais requisitados da casa. A decoração dela torna-se mais neutra, de forma a acomodar todos os elementos no maior equilíbrio visual possível. Mas a sala também é diversão, convívio e felicidade. De uma injeção dessa alegria na decoração usando as cores!

Cadeiras, sofás e poltronas

Apesar deste tipo de decoração não ser o mais usual, fica muito bem! Arrisque numa cadeira, sofá, poltrona ou puff bem colorido para conseguir um detalhe de cor numa sala decorada em tons mais discretos.

Elementos decorativos inesperados

Se a decoração da sala estiver baseada em cores mais sóbria e/ou neutra, procure adicionar um elemento decorativo surpresa, numa cor inesperada, assim como este lustre!

Flores fantásticas

No que toca à decoração de salas que precisam de uma boa dose de cor imediata, nada como uma jarra cheia de flores coloridas e perfumadas – o ambiente é imediatamente transformado e animado, com a vantagem de que pode alterar as cores todas as semanas!

Têxteis com tons

A decoração de salas com pequenos apontamentos de cor também pode simplesmente passar pela inclusão de têxteis coloridos – tapetes, almofadas, cortinas, capas de sofá ou uma manta colorida nas costas de uma poltrona. Quando esses tons mais fortes começarem a “cansar”, basta retirar ou trocar.

Arte com vida e cor

Outra forma original de introduzir um toque colorido à decoração de salas que primam maioritariamente pela discrição, passa pela inclusão de um quadro ou escultura imponente e cheia de cor. Dando uma lufada de ar fresco instantâneo, essa peça de arte pode ser facilmente retirada e colocada noutra divisão da casa quando se quiser voltar a uma decoração mais suave na sala.

Paredes coloridas

Se adora o esquema de tons suaves e luminosos que escolheu para decorar a sala e não quer nenhum objeto físico colorido, mas quer um apontamento de cor no espaço. Pinte uma parede, o teto, o chão ou uma coluna numa cor mais forte! O papel de parede também é outra boa alternativa para a decoração de salas com um pouco mais de cor!

Fonte: Eu Decoro

Qual é a altura adequada para o balcão entre a sala e a cozinha?

7 de abril de 2014 em Dicas de Decoração, Dicas de Reforma

Os padrões variam conforme a finalidade. Se a peça servir como mesa, deve ficar entre 72 cm e 78 cm do chão, para que se encaixem cadeiras comuns. Caso seja um balcão de cozinha americana, a altura varia de 1,05 m a 1,10 m, o que exige banquetas de bar.

A fim de não se perder nas dimensões, o ideal é que o assento esteja cerca de 30 cm abaixo da bancada. Os modelos reguláveis são boa opção para garantir o conforto de acordo com a estatura do usuário.

Agora, se depois de pronto você descobre que o seu balcão ficou mais alto do que deveria, embora dê um pouco mais de trabalho, é possível reposicionar o granito. Será preciso chamar mão de obra para adequar a alvenaria à medida desejada e uma empresa especializada em pedras para soltar o tampo sem quebrá-lo e, depois, reinstalá-lo.

 

Fonte: Casa Abril

Qual é o modelo ideal de colchão?

31 de março de 2014 em Sem categoria

Responsáveis pela qualidade do sono, estes acessórios noturnos previnem desde dores na coluna até alergias. Veja agora como escolher o seu!

Dormir profundamente estimula diversos processos metabólicos no corpo. Mas nada faz efeito se sua cama não for confortável. Para nossa sorte, colchões e travesseiros evoluem cada dia mais. Antigamente, eles eram feitos com crina animal, vegetal e algodão, mas hoje, com tanta tecnologia e novidades no mercado, basta optar pelo modelo que mais se adapta ao seu corpo, deixando sua coluna mais alinhada.

O que você deve observar?

Espessura: quinze centímetros já seriam suficientes para proporcionar uma noite confortável.

Altura da cama: ela deve ficar no mínimo a 30 centímetros do chão. Essa distância garante uma ventilação adequada.

Estrado ou box? O estrado ganha no quesito circulação de ar, o que evita irritações na pele provocadas pelo excesso de suor.

Tamanho: o colchão pequeno restringe os movimentos durante a noite.

Tipos de colchão

Mola: a estrutura é formada por fios de aço inox com formato cilíndrico, cônico ou bicônico – semelhante a uma ampulheta. Dura até três anos.

Espuma: existem vários modelos, desde os mais duros até os extramacios. Mantenha-os sempre secos e use-os por no máximo cinco anos.

Látex: feito de borracha derivada da seringueira, se molda facilmente ao corpo e volta ao formato inicial sem resistência. Troque a cada dez anos.

Alternativos: há também aqueles de ar e de água, mas que não são recomendados para o uso diário, a não ser que haja uma indicação médica.

Como cuidar

· Quando for virar o colchão, coloque a parte dos pés onde fica a cabeça e depois inverta as faces. Repita o procedimento todos os meses.

· A troca de colchões deve ser feita de acordo com o material usado na fabricação de cada um. Duram de três a dez anos.

· Substitua os travesseiros a cada 24 meses para evitar a proliferação de bichos como ácaros, que causam problemas respiratórios.

· Não molhe nem um nem outro. Mas, caso aconteça, não os deixe ao sol. Micro-organismos adoram se multiplicar em ambientes úmidos e quentes.

· Adquira uma capa antiácaro. Coloque-a sob a fronha e os lençóis para proteger contra alergias. Lave-as semanalmente.

Preparamos um pequeno glossário para te ajudar na hora escolha:

· Bonnel: sistema de molas mais antigo e tradicional, com fios de aço.

· Compensado: tipo de madeira mais usado na fabricação de camas, inclusive da box.

· Densidade: definição técnica para o peso que a espuma pode suportar.

· Double side: o famoso colchão dupla face. Os dois lados podem ser usados sem preocupação.

· Dupla densidade: colchões com faces diferentes. Geralmente um dos lados é firme e o outro é extrafirme.

· Jacquard: tecido usado para revestir travesseiros, fronhas e lençóis.

· Pocket: molas ensacadas de maneira individual. Apesar de esse tipo ser vendido como novidade, existe desde 1976.

· Poliframe: estrutura de espuma usada como suporte, principalmente para colchões de mola.

 

Fonte: M de Mulher

A louça do banheiro manchou. Deixe-a brilhando novamente!

24 de março de 2014 em Dicas de Conservação

Sim, é possível resgatar aquele branco da sua louça sanitária depois de manchá-la com produtos de limpeza.

Dificilmente o corante penetra na porcelana vitrificada, portanto a mancha/marca deve ser superficial. Algumas soluções domésticas – válidas para louças de todas as cores – põem fim ao dano.

Recorra à água sanitária – que une cloro e soda cáustica, agentes com poderes alvejante e corrosivo – e despeje uma xícara e meia do produto no vaso, espere agir por cinco minutos e finalize com um escovão. Caso a mancha persista, aplique três colheres de bicarbonato de sódio e aguarde duas horas. Adicione o suco de dois limões com duas colheres de bicarbonato e esfregue. Essa combinação provoca uma reação química que libera dióxido de carbono (CO²), levando as partículas da nódoa a se desprenderem.

Agora, anote a indicação para a próxima faxina: limpadores com corantes concentrados podem ficar no máximo 20 minutos em contato com a superfície.

 

Fonte: Casa Abril

Fogão cooktop – o eletrodoméstico da vez

17 de março de 2014 em Dicas de Reforma

Por serem separados do forno, o fogão cooktop é o queridinho ad vez, pois pode ser instalado onde for mais prático para o usuário, aproveitando melhor os espaços da cozinha.

Como o ideal é que o cooktop seja instalado sobre bancadas de granito, mármores ou fórmica, no espaço sob o eletrodoméstico que estará vago pode-se instalar armários – enquanto o fogão convencional não permite isso. O forno pode ser posicionado de modo que a pessoa não precise se abaixar para colocar ou retirar pratos, porém ambos devem estar próximos a uma bancada de apoio.

Pelo mesmo motivo de estar sobre um tampo, o cooktop elimina dos quatro lados e o “arrasta – arrasta” para limpar a sujeira que costuma acumular atrás do modelo convencional e sob botijas de gás. Este modelo de fogão é feito de vidro temperado e aço inoxidável, o que permite uma limpeza mais fácil, porém ele é muito sensível, portanto, limpe-o com cuidado.

Em relação a tecnologia,  os cooktops e os fornos elétricos possuem funções pré-programadas que facilitam a vida, possibilitando cozinhar com mais eficiência, pois têm mais posições de temperatura. Os botões são difíceis de serem ligados por crianças e, se a chama se apagar com o vento, eles bloqueiam a saída de gás automaticamente, evitando acidentes.

As cozinhas, em geral, têm apenas um ponto de gás instalado. Se você escolher modelos de cooktop e forno a gás, será necessário instalar um ponto extra. É importante lembrar que esse serviço deve ser realizado por mão de obra especializada, para evitar riscos de vazamento. A solução ideal é combinar um cooktop elétrico a um forno a gás ou vice-versa. Para decidir, leve em conta a localização dos equipamentos. Verifique se estão próximos dos pontos de gás e de elétrica.

Sobre o consumo de energia, quando comparados o cooktop a gás, o cooktop elétrico e o fogão convencional, o custo em reais da fervura de 2 litros de água foi igual para todos. Porém é comum nas primeiras semanas de uso do novo modelo de fogão, esquecê-lo ligado e acabar queimando a comida, portanto leia e releia o manual antes de utilizá-lo.

Veja abaixo alguns modelos de fogões cooktop:

 

Fonte: Casa Abril e M de Mulher