Blog

Efeito Tridimensional

14 de outubro de 2013 em Dicas de Decoração, Dicas de Reforma

Seja com mosaicos geográficos ou românticos ramos de flores, as paredes ganharam formas em alto relevo responsáveis por efeitos tridimensionais de encher os olhos.

Em placas (cimentícias ou em materiais ecológicos) ou painéis (MDF ou plásticos), os revestimentos acrescentam no próprio material traços em reentrâncias que, módulo a módulo, criam um efeito às vezes ilusórios. Sem contar que, por conta da textura em alto relevo, convidam ao toque, direcionam o olhar e roubam a cena.

Para valorizar as formas que brincam com o olhar, deve-se sempre trabalhar uma parceria com a iluminação. Especialmente em pontos que podem ser destacados. Como, por exemplo, os revestimentos que trazem, letras. Elas costumam vir em placas separadas e podem compor palavras e até frases inteiras.

Além do jogo de luz e sombra, é possível alternar os padrões de desenho criando novas disposições, estender o painel até o teto ou jogar cor nessa mistura toda. Dá até para criar o mesmo efeito a partir de materiais comuns.

Para garantir parte dos mosaicos, o ideal é escolher um bom espaço para que o desenho ganhe proporção visível e de destaque.

Porém lembre-se que é importante pensar no bem-estar do ambiente, gostos de estilo do morador. Portanto, é bom ter certeza do que se quer, pois tendências passam, especialmente quando envolve cor.

Outro ponto que deve ser considerado é a textura, principalmente os mais ásperos, pois podem se tornar um problema em uma cidade com a presença constante de pó de minério. Para isso, é bom se informar em relação à manutenção.

 

Fonte: Revista A.G

 

 

 

 

Inove na decoração das paredes

7 de outubro de 2013 em Dicas de Decoração

Com apenas algumas tintas e uma boa dose de criatividade, qualquer ambiente têm seu visual totalmente transformado com rapidez e o mais interessante: baixo custo.

Ao invés de paredes sóbrias e monocromáticas, abuse da criatividade e aposte nas listras, grafismos e outras formas geométricas para inovar e dar mais alegria e personalidade a sua casa ou ambiente de trabalho.

Basta escolher as cores ideais para o estilo desejado, que o efeito será certeiro. É o caso do grafismo e as forma geométricas que imprimem originalidade e até podem criar um efeito 3D na parede.

Uma outra boa ideia é transformar a parede em uma lousa, tipo aquela das salas e aula. Para este feito, basta utilizar o esmalte sintético fosco na cor preta. Esta opção permite mudar sempre que você desejar, seja deixando recados ou fazendo desenhos. É uma alternativa bastante interessante para ambientes de trabalho ou até mesmo ambientes residenciais, principalmente os que têm crianças.

As listras também possuem poder de inovação. É um excelente recurso para quem quer dar um toque especial aos ambientes, além de ser uma boa alternativa aos papéis de parede, devido ao seu custo. Sem restrições de ambientes, elas podem ter espessuras variadas e diferentes tonalidades ou totalmente colorida.

Há ainda o estêncil,  técnica de ilustração através de moldes vazados, que permite criar paredes decoradas com motivos diversos, seja na sala, no home theater ou no quarto.

Para quem gostou das sugestões é hora de dar asas à imaginação e arregaçar as mangas para executar seu projeto ou se preferir, contratar um bom profissional para deixar o seu espaço com a sua personalidade.

Confira abaixo algumas imagens de paredes super estilosas:

 

Fonte: Jornal A Tribuna

Decore sua casa com plantas e deixe-a mais verde!

4 de outubro de 2013 em Dicas de Decoração

Além de dar uma humanizada na decoração, as flores alegram o ambiente com suas cores, formatos e variedades. As espécies ideais para usar dentro do apartamento são as mais resistentes à falta de ventilação, pouca luminosidade e até mesmo, que possam ficar dias sem água.

Os espaços ideais para receber o seu arranjo são os ambientes de convívio social, lavabo, varandas, quartos, livings e até mesmo quinas e cantos de sala, mas elas caem bem em qualquer local da casa. Uma dica que os paisagistas dão é utilizar plantas que não exalam cheiros.

Se você adora um verde, mas fica pouquíssimo tempo em casa, opte por plantas de sombra ou meia sombra, pois elas exigem poucos cuidados. Para áreas internas podem ser utilizadas as que pedem pouca luz, enquanto para as varandas abertas, as que resistam ao vento. Palmeiras, por exemplo, são altas, são resistentes, não exigem sol, podem ser regadas duas vezes por semana e ainda ficam bem no interior das casas.

Os cactos e suculentas também necessitam de pouquíssimos cuidados. Estas espécies podem ser usadas em vasos no chão ou em minijardins. Arbustos como a zamioculca ou espada de são jorge possui folhas de consistência suculenta, logo exigem menos água e luz natural, e são bastante resistentes ao ar-condicionado.

Os tradicionais vasinhos com violetas, orquídeas e bromélias trazem uma bela variedade de cores. Porém os arranjos com flores de corte costumam durar poucos dias. A sugestão os decoradores dão é usar flores secas ao sol em vasos decorados, pois desta forma elas resistem até três meses, como por exemplo a sempre viva.

É importante ressaltar que cada planta requer um tipo de cuidado e que a manutenção com adubação, revolvimento de terra, limpeza e retirada das parte danificadas é sempre necessária para conservar a saúde e beleza dos vegetais. Regue de duas a três vezes por semana, só para deixar a terra úmida, sem encharcar. Este procedimento ajuda a prolongar a vida de suas flores e plantas.

 

Fonte: Jornal A Gazeta

Escolha a tinta e acerte na pintura das paredes

30 de setembro de 2013 em Dicas de Reforma

Entenda os tipos de tinta e aposte nas cores para as paredes!

 

Invista na linha premium: Apesar de possui valor um pouco mais elevado, a qualidade é melhor.  A cobertura das tintas de linha econômica não é boa. Com elas, você precisará do dobro de tinta para ter um bom acabamento, além da pintura durar bem menos.

Prefira a tinta látex (ou PVA): É a mais indicada para iniciantes em pintura, pois permite reparos sem necessidade de pintar tudo de novo. Além disso, como é
à base de água, se respingar em outra superfície é só remover com esponja ou pano úmido.

Entenda as cores: As marcas de tinta têm as cores de linha, básicas que já vêm prontas, e as do Sistema Tintométrico, que prepara o tom escolhido na hora. Estas são um pouco mais caras, mas sua variedade é enorme.

Aposte na moda: Aposte em corres que sejam tendência, pois isto ajudará a passar a mensagem de antenado, moderno e sofisticado.

Decida o acabamento: fosco (opaco), acetinado (um leve brilho) ou semibrilho (bastante brilho). Obs: Tintas látex ou PVA só têm acabamento fosco.

Calcule: Em relação à quantidade de tinta, a embalagem diz quantos metros quadrados ela rende por demão. Quanto à mão de obra, o cálculo é R$ 7,50, em média, pela pintura de cada metro quadrado.

 

Fonte: M de Mulher

Veja diferentes maneiras de usar óleo de coco no dia a dia doméstico!

23 de setembro de 2013 em Sem categoria

Além de reforçar o sistema imunológico, diminuir o colesterol ruim (e aumenta o bom), ajudar a proteger o coração e prevenir a osteoporose, o óleo de coco também pode substituir produtos para a casa.

Dobradiças silenciosas

Dê adeus àquele barulho de porta rangendo. Lubrifique as dobradiças metálicas com óleo de coco, que tem a vantagem de não manchar móveis claros como os lubrificantes comuns.

Madeira protegida

Para deixar aquele móvel que você adora com cara de novo, coloque numa tigela, uma parte de suco de limão e duas de óleo de coco e misture bem. Depois molhe um pano macio neste líquido e passe em toda a superfície da peça. O limão irá dissolver a sujeira e a gordura, enquanto o óleo penetrará nos poros da madeira, bloqueando a umidade e restaurando o brilho.

Cor natural

Com o tempo, os vasos de cerâmica costumam absorver a umidade da terra, adquirindo manchas esbranquiçadas, ou até mesmo, perdendo aquela tonalidade vistosa do barro. Para recuperar a tonalidade natural, basta espalhar mensalmente uma camada fina de óleo de coco nos objetos e eles ficarão sempre bonitos.

Saúde para os cães

O calor e a umidade favorecem o surgimento de feridas nos cachorros. Acabe com elas esfregando óleo de coco na região afetada. O ácido láurico do coco diminui a irritação e mata as bactérias. Use-o também para deixar a pele e o pelo do totó – e do bichano também – mais saudáveis, colocando diariamente na comida dele 1/2 colher (chá) de óleo para cada 20 kg de peso.

 

Fonte: M de Mulher

Adesivo de azulejo: Uma maneira prática de reformar, sem quebradeira!

16 de setembro de 2013 em Dicas de Decoração, Dicas de Reforma

Você já se deu conta de que qualquer festinha com amigos e parentes, geralmente acaba se concentrando na cozinha? Isso porque o ambiente convida a receber pessoas, petiscar e brindar as coisas boas da vida.

Então, reservar um tempinho do dia para dar uma nova cara em sua cozinha e deixá-la ainda mais atraente e colorida! A dica para quem não quer fazer quebradeira nem sujeira é usar adesivos de azulejo. Na hora de retirar, não é necessário mão de obra especializada e não deixam aquelas marquinhas indesejadas.

Eles são rápidos e fáceis de ser aplicados e pode ser utilizados do jeito que você quiser. também são super descolados, enchendo sua cozinha – ou até mesmo o banheiro – de estilo. E o melhor: você precisa apenas de uma tarde para fazer isso.

Esse tipo de recurso quebra a monotonia do ambiente, mas é importante saber que eles chamam a atenção. Por isso, escolha o cantinho da cozinha ou do banheiro que mais gosta – ou que precise de uma repaginada urgentemente.

Veja como aplicar:

Você vai precisar de:

· Estilete
· Espátula de silicone ou régua
· Solução de seis gotas de detergente para cada 1 litro de água
· Borrifador

Passo a passo
Faça uma limpeza caprichada na cozinha duas horas antes de começar a aplicação.
Retire com cuidado o adesivo do papel que vem com ele. Assim, você evita que as pontinhas do produto fiquem amassadas e garante um acabamento perfeito.

Para evitar a formação de bolhas durante a aplicação, anote um truque esperto: borrife (ou respingue com os dedos) a solução de água e detergente na parte do adesivo com cola e também no azulejo onde você irá colá-lo.

Retire os itens que estão na área de aplicação dos adesivos, como o espelho do interruptor ou a torneira. Aplique o adesivo e, então, faça um picote nele no local onde ficará espelho, por exemplo. Depois elimine as sobras com estilete.

Se a parede termina em um armário ou numa porta, por exemplo, o melhor é que você aplique o adesivo até o fim e, depois, use o estilete para cortar as sobras.

Fica a dica

· Procure não cozinhar por um período de 12 horas após a aplicação do adesivo. A gordura e o vapor dos alimentos podem comprometer a fixação do produto.
· A limpeza deve ser feita com um pano úmido e algumas gotas de detergente. Evite usar álcool, limpadores em spray, desengordurantes e principalmente cloro.
· Ainda na hora da limpeza, esqueça a escova – ela arranha a estampa dos adesivos.
· O plástico usado nos adesivos é inflamável. Por isso, mantenha-os a uma distância mínima de 10cm do fogão e de velas, por exemplo.

 

Fonte: M de Mulher

Confira 10 itens que você deve ficar de olho para comprar um imóvel na planta!

9 de setembro de 2013 em Notícias

Muitas pessoas sonham com a compra de um imóvel ainda na planta, pois estará com tudo novo para ficar do jeito que você sempre desejou. Mas na hora de investir nessas unidades é preciso ter em mente alguns questionamentos.

Antes de tudo, é necessário buscar referências da construtora para não se arrepender futuramente. Veja a forma que a empresa lida e trata seus clientes, o histórico das obras entregues e o padrão de acabamento utilizado nos empreendimentos.

Já que as prestações do financiamento irão fazer parte do orçamento após a entrega do imóvel, também é importante conhecer qual o valor da taxa de condomínio cobrada. Pois você pagará as duas simultaneamente, por um determinado período. Então procure saber se os gastos estão de acordo com sua realidade financeira.

Apesar de todos os cuidados necessários ao adquirir um imóvel na planta, uma das grandes vantagens nessa negociação é a opção que algumas construtoras oferecem de customização do imóvel. Algumas construtoras permitem que os compradores mudem paredes, escolham os acabamentos, deixando o apartamento do jeito que sua família deseja.

Para requerer a estas modificações, é preciso ter uma boa noção de como será o empreendimento, da metragem da área privativa e suas devidas divisões. Por isso, o ideal é visitar o decorado e consultar um profissional de arquitetura para dar toda a orientação, se possível junto a equipe da construtora.

Abaixo listamos 10 itens para que você fique de olho:

1 – Valorização

Se você quiser comprar um imóvel para investir, aposte nesta opção. Após concluído, seu apartamento estará com valor muito maior do que o valor pago na planta.

2 – Conheça a empresa

Visite outros imóveis construídos pela mesma empresa, converse com o síndico e com os moradores sobre a qualidade do material empregado.

3 – Personalização

Muitas construtoras permitem a modificação de paredes e acabamentos ou a escolha entre várias opções de plantas.

4 – Projeto aprovado

Verifique se o projeto arquitetônico está aprovado pela prefeitura e o registro do memorial de incorporação no Cartório de Imóveis.

5 – No seu bolso

Procure saber qual será o valor do condomínio. Pois você terá que arcar com ele e com a parcela do financiamento.

6 – Localização

Na hora de escolher o andar, fique atento à localização, se o apartamento recebe sol da tarde ou da manhã e qual será a vista.

7 – Memorial

O documento deve ser anexado ao contrato e contém exatamente qual será o acabamento, a metragem de cada ambiente e outros detalhes sobre o imóvel.

8 – Conheça a maquete

A maquete ajuda a ter noção da localização do imóvel. O decorado dá uma ideia do espaço disponível na área interna.

9 – Prazos

Leia atentamente o contrato e fique por dentro de todas as cláusulas e termos, principalmente os que dizem respeito aos prazos.

10 – Pagamento flexível

Algumas construtoras oferecem possibilidades de financiamento com a própria empresa e a negociação pode ser mais flexível com relação aos prazos de pagamento.

 

Fonte: Jornal A Gazeta

Escolha o imóvel de acordo com seu estilo de vida

2 de setembro de 2013 em Notícias

Analise todas as necessidades e as vontades da família ao escolher um condomínio com ou sem lazer. Em alguns casos, certos itens serão decisivos na hora da decisão final.

Como crianças e jovens normalmente usufruem das áreas com maior frequência, as famílias com filhos de até 18 anos são visivelmente atraídos por este tipo de espaço. Desta forma, mesmo morando em apartamentos cada vez menores, as brinquedotecas e áreas de esportes possibilitam o entretenimento infantil.

Porém, não somente os pais de crianças e adolescentes, os casais jovens sem filhos também preferem imóveis que contenham área de lazer, buscando a satisfação de suas vontades com toda a praticidade.

Por geralmente investirem em apartamentos menores, o desejo de um lugar para receber os amigos e fazer encontros familiares, levou as construtoras a acrescentarem em seus empreendimentos o “espaço gourmet”. Local onde o morador pode fazer seus encontros, sem precisar levar a bagunça para dentro do apartamento. Este espaço também é visado pelos solteiros.

Muitas pessoas também gostam de fazer exercícios ao final do dia. Com isso, a academia, quadras de esportes – desde as tradicionais quadras de futebol/basquete, passando pelas quadras de tênis, squash ou golfe – podem fazer grande diferença na hora da decisão de compra. Até mesmo a piscina também pode “somar pontos”.

Outro fator que influencia na escolha do imóvel, é a possível facilitação na hora de revendê-lo. Mesmo que o morador não utilize todos os serviços com frequência, os empreendimentos com área de lazer completa são mais visados devido o valor que estes serviços agregam ao imóvel.

 

Fonte: Jornal A Gazeta

Mude de casa sem estresse!

26 de agosto de 2013 em Dicas de Conservação

Planeje sua mudança com bastante antecedência. Tomar decisões na hora certa evita sustos e gastos extras com imprevistos.

É possível transportar todas as suas coisas para a casa nova sem dores de cabeça. O segredo: organização. Com esta grande aliada, sua mudança poderá ser feita em apenas um dia.

O ideal é que, em 6 meses antes – se você tiver esse tempo para se preparar – elabore uma lista com tudo que tem na sua casa, desde móveis até pequenos objetos. Organize os itens por cômodos para facilitar, avaliando o que realmente será indispensável em sua casa nova e o que pode ser eliminado.

Com 3 meses para a mudança, analise tudo que tem nos armários, gavetas e estantes. Esta é a hora de se desapegar tudo aquilo que você não usa mais. Aproveite o momento e seja solidário, doando tudo para instituições carentes ou se preferir, realize um pequeno bazar para os amigos mais próximos.

Quando falar apenas 1 mês, comece a empacotar todos os objetos que não são usados diariamente, como por exemplo, livros, quadros e bibelôs. Atenção! Decida como fará o transporte. Se quiser contratar uma transportadora, peça indicação para amigos e faça pesquisa de preço em pelo menos três lugares.

Agora só faltam 2 semanas! Faça a troca de endereço das principais contas de casa – água, luz, telefone, assinatura de televisão, jornal e revistas – e agende os serviços para a nova casa. Aproveite para fazer uma boa faxina no imóvel novo, dedetize os cômodos e faça os ajustes necessários em todos os cantos.

Finalmente falta 1 dia. Depois de passar a semana inteira encaixotando, agora só resta mesmo guardar o que faltava nas caixas. Separe a roupa para o dia seguinte. Limpe e desligue a geladeira, e lembre-se de deixar as portas abertas para arejar.

Dicas de organização

· Assim que encher uma caixa, escreva tudo o que tem ali e a que cômodo essas coisas pertencem.

· Organize-se por ambientes.

· “Mande no caminhão de mudanças – que vai chegar depois de você – objetos que não usa muito”, diz Roseli.

Também leve em consideração…

· O transporte: Pois existem opções mais baratas no mercado, mas isto não significa ser a opção mais segura para o transporte dos seus pertences.

· A limpeza: Peça ajuda para familiares e amigos para fazer uma boa faxina na casa nova, não se esquecendo de checar as instalações elétricas e hidráulicas.

· A dedetização: Depois de tudo limpo, elimine as pragas: traça, cupim, formiga e outros.

Dicas para economizar

· Pesquise na internet, informações das transportadoras tradicionais. Veja o preço e negocie. O interessante é que seja orçado com no mínimo três empresas diferentes.

· Opte por contratar transportadora, pois ela desmonta e monta de novo os móveis. O restante, você pode fazer sozinho e assim, reduzir gastos. Basta não lotar as caixas para não ficar pesado para carregar.

· Para acelerar o processo, já deixe separados jornais e revistas velhas, fita crepe, plástico bolha, tesoura e pincel atômico.

· Pegue caixas de vários tamanhos no mercado, de preferência as que estiverem em melhor estado e limpas. Essa é uma boa economia.

· Reserve o plástico bolha para embalar a louça e peças delicadas. Para o resto, preencha os espaços entre os objetos com folhas de jornal e revistas velhas.

 

Fonte: M de Mulher

Veja como deixar seus estofados impecáveis!

19 de agosto de 2013 em Dicas de Conservação

Com a correria do dia a dia, ao fazer aquela limpeza rápida, nos preocupamos apenas com os pisos, revestimentos e janelas, e muitas vezes os estofados acabam passando despercebido, acumulando sujeira e manchas. Para evitar este probleminha, basta seguir algumas dicas super simples.

Para cada material existe um método de limpeza e, antes de tudo, é preciso testar se os produtos de limpeza não danificarão a peça. Este reconhecimento pode ser feito aplicando apenas uma pequena quantidade em um canto ou local que não ficará visível, por exemplo.

Todos os tipos de couro de cores escuras, inclusive o ecológico, devem ser higienizados semanalmente com um pano úmido. A cada três meses, a fim de mantê-lo sempre brilhoso e/ou hidratado, é necessário aplicar vaselina, aguardar 15 minutos para que o couro absorva o conteúdo e depois remover o excesso com pano seco.

Já para os estofados feitos em couro claro, essa reidratação tem que ser mensalmente e realizada com água de sabão de coco e uma esponja macia.

Para retirar manchas em tecidos, basta aplicar espuma especial para estofados ou espuma de barbear em uma esponja passar em sentido único, sem esfregar. Deixe o produto agir por 15 minutos ou o tempo que o fabricante indicar e retire com um pano seco. Pequenas sujeiras e riscos de caneta podem ser retirados facilmente com demaquilante aplicado com algodão.

É comum também que as peças de tecido acumulem umidade. Para dar fim a este vilão, a receita é polvilhar o estofado com sal ou bicarbonato de sódio, deixar agir por 20 a 30 minutos e depois aspirar e escovar.

Nos sofás e assentos feitos de camurça, passar uma borracha branca ajuda a remover a sujeira.

 

Fonte: Jornal A Gazeta